quinta-feira, 22 de junho de 2017

Querida Amie,

Quando sua mãe estava no começo do relacionamento com seu pai, ela pintou o cabelo de azul - e que ficou verde - pra sair de uma barra. Ela tinha essa mania de artista, mesmo não parando realmente pra ser. Ela sempre foi verdadeiramente e inevitavelmente intensa. E nessa de querer viver a vida no seu máximo, de não falar “não”, de ir e se jogar e cair várias vezes de cara no chão, ela continuava indo e tentando outras cores outras ferramentas outros amores. Ela achava que era assim mesmo que tinha que ser a vida. Querendo muito, querendo mais, indo indo indo. E nessa…
Nessa, Amie, ela passou pela barra mais pesada da vida dela, onde ela finalmente aprendeu a olhar pra vida e estava pronta pra conhecer seu pai. Porque é quando você esta passando por uma barra que você enxerga. 
Isso pode te parecer um pouco pesado, de começo, mas você vai entendendo isso com o tempo - se já não entendeu. Mas, Amie, pra saber amar, precisamos estar prontos. Prontos para caminhar lado a lado com alguém, equilibrando isso com você mesma, e com a vida do outro. Temos que saber encarar as nossas falhas, os nossos erros, lidar com eles - e não empurrar a culpa pro outro. Precisamos estar prontos para apreciar cada vez mais a companhia do outro, e a fazer nada com ele, ou perto dele. Precisamos saber reconhecer o outro no nosso futuro, sem ficar ansiosa demais a ponto de desistir de seguir em frente. Precisamos, porque amar é importante, e amar inclui amar a nós mesmos primeiro, a ponto de só querer o que for bom pra nós, o que for leve. 
Amie, te escrevo na esperança de que você aprenda o que é amar, sem precisar passar pela mesma barra que a sua mãe passou. Sem passar por coisas até piores. Que você aprenda o que é amar, e ame sem medo. Ame intensamente, como sua mãe, que mesmo depois de olhar no fundo dos outros de alguém por alguns minutos e ser tomada de escuridão, amou. E desse amor, nasceu mais e mais amor. Porque pro amor, basta amar.

ps. Amie, pra mim, significa "amei", que é a ultima coisa que quero pensar quando a vida piscar na frente dos meus olhos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário