sexta-feira, 29 de maio de 2015

Durante muito tempo eu evitei gostar muito de coisas ou pessoas porque tudo acaba. Acho que foi por isso que o luto sempre me atormentou tanto, e atormenta até hoje. Eu posso entender perfeitamente o processo pelo qual perpassa cada pessoa durante a perda e sua elaboração, no entanto sinto uma dificuldade indescritível em lidar com isso. Sei que não é como se houvessem pessoas preparadas para perder, mas eu me sinto a mais despreparada delas. Apenas pensar nisso envolve minha garganta num nó desatador. Sentir, então.

Nenhum comentário:

Postar um comentário