terça-feira, 4 de outubro de 2016

poesia arranhada

Nem se eu houvesse escrito
todas as histórias que já recitei ao banho.
dos romances mais bonitos
e das aventuras que a vida me traria.

Nem se eu houvesse composto
todas as musicas que já ouvi ao sonho,
das melodias mais lindas
e das letras que meu coração dançaria.

Nem se eu houvesse pintado
todos os quadros que já mergulhei às cores,
das tonalidades mais quentes
e das pinceladas que minha boca sorria.

Nada superaria
a emoção que é
você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário