segunda-feira, 12 de setembro de 2005

tic-tac

Lá fora há um sossego como se nada existisse. Só o relógio prossegue o seu ruído. E esta pequena coisa de engrenagens que está em cima da minha mesa abafa toda a existência da terra e do céu...

Nenhum comentário:

Postar um comentário