quarta-feira, 13 de abril de 2011

Medo do escuro

Sabe quando se sonha estar caindo de um prédio, sem saber ao certo quem te empurrou, e acordar num chute, antes que se chegue até o chão? Ou quando se sonha que se perdeu no meio do caminho, de uma cidade de cores desbotadas, que você não sabe quando-como-porque-ou-onde elas desbotaram, numa rotina que a gente até esquece como se formou? Às vezes é impossível arrumar os porquês, mas se continua andando, ainda que sem sentido. Foi olhando assim que eu aprendi. Parece que é só medo, um puta medo de recomeçar. Mas será que dá para recomeçar? A gente até fica feito um quarto que se torna vazio por causa das luzes apagadas - não se pode ver os móveis, mas eles ainda estão lá.

2 comentários:

  1. gostei dessa idéia do quarto de luzes apagadas, hehe. acho q podia ir mais longe nela, aprofundar esse pensamento! rs

    ResponderExcluir
  2. Só não aprofundei porque podia parecer com o texto anterior. As idéias ainda não estavam tão diferentes, sabe? Mas quem sabe em um entre os próximos...

    ResponderExcluir