domingo, 17 de abril de 2011

"O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais; há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessoa; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade… sei lá de quê!"

Florbela Espanca

5 comentários:

  1. Acho que você devia exigir mais de si mesma, e parar de achar que és o centro do universo.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por vir cuidar da minha vida. (:

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que você senti saudades de mim ^^

    ResponderExcluir
  4. abandonou mesmo, Pandinha? nem sempre eu comento mas sempre entro aqui... e tá sempre esse último aí (que nem é seu). vou entrar no procom, hein? rs...

    ResponderExcluir
  5. saudades das esperanças que um dia fizeram sentido...

    ResponderExcluir