segunda-feira, 5 de setembro de 2016

27 milésimos de segundo

Durou apenas o tempo de um piscar de olhos. Mas pareceu que durou mais do que aqueles últimos 27 dias. Ele foi embora. E ela sentiu cada passo que os distanciavam enquanto os ladrilhos sob os pés dela se desmanchavam. Olhando pra todo esse abismo que surgia logo abaixo dela, ela ficou ali, parada, paralisada. Seus olhos se fecharam, seus pulmões não seguravam o ar, e seus pés não obedeciam. Não entendia, 27 minutos atrás estava tudo bem. Não entendia. Tanto plano, tanto sonho, tanto sorriso. Não entendia. Tanta intensidade, tanta velocidade, tanta... impulsividade. Ele foi embora. E ela ficou ali, sem saber pra onde ir. O que restou dela, ficou ali.

Nenhum comentário:

Postar um comentário