segunda-feira, 23 de março de 2009

uma pessoa só

Ela tem mania de sair e deixar a porta destrancada. Diz que é para que violem suas gavetas, para que mudem seu apartamento de lugar. Mas isso é um segredo. Desde que virou um depósito de coisas negadas, empilhadas umas as outras, prefere não pensar muito. Pensar machuca, e foi só o que sobrou.
Dos outros, continua duvidando. Duvidar afasta, faz do pior familiar. Foi aí que a sacada ficou grande demais para uma pessoa só.




(encontrei nos meus rascunhos, sem data)

Um comentário:

  1. curti! hehe. adoro qdo uma cena se forma na cabeca! rs... com clima, fotografia e ateh um cheirinho de cafe...hehe

    ResponderExcluir