quarta-feira, 18 de novembro de 2009

internal talk

É que quando eu tô sozinha, é assim que eu quero ficar. E quando tô com você, fico confusa. Mas e não quero escolher minhas vontades por freqüência de quereres.

Então, o que acontece agora?
Optamos por uma coisa que não sabemos como fazer ou como vai ser, mas optamos.
Ou foi eu que optei?
Não me pede pra mudar agora.

Esse ventinho batendo em meus cabelos ta servindo pra alguma coisa. Mas eu ainda me sinto afundando, não me pede pra falar aonde.

Será que o parcial consegue?



Será que eu ainda o consigo?
I don’t think so. Shit.

Um comentário:

  1. Não queira coisas definidas, fica mais fácil.
    A vida é agora!

    Pára de ficar parada, só isso... Nem sempre as coisas são tão difíceis quanto imaginamos.

    ResponderExcluir