terça-feira, 29 de janeiro de 2013

de cócegas, sorrisos largos e amor.

Minha auto-destruição, meus cadeados, meu pé atras, minhas vozes inquietas e internas me pediram imploraram que eu devia ter te matado. E eu devia ter te matado. Devia ter te matado antes de olhar tão tão fundo e ver seu olho-cor-de-tudo e entender que são essas as cores que me prendem. Mas eu não te matei, e agora você que me mata

Um comentário:

  1. "Um assassinato por dia ajuda a evitar o psiquiatra."
    Fazer com que morram é sempre mais saudável a longo prazo. Sempre.

    ResponderExcluir