quinta-feira, 13 de março de 2008

Gotejou em mim

Sinto saudades da voz do grafite arranhando o papel. Nesses dias frios em que a chuva faz visita, vem junto a vontade de escrever. Mas receio ter perdido a prática. Eu estou mudando e o que eu escrevo já não me satisfaz e sempre que me volto para a ficção ela acaba ficando grande demais. Tenho visto tantas coisas. Esses dias mesmo dei de cara com uma aparência terrível, que me assustou, me entristeceu. E já faz mais de um mês que eu durmo ao lado de dois sentimentos. Pelo menos eles não pertencem a mesma pessoa, são tão diferentes. A questão é que um abafa o outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário