segunda-feira, 28 de abril de 2008

Três meses

O tempo que é pouco demais pro tanto que já sei de você. Pouco pra suprir minha sede de te ter, de estar com você. Pouco pro tanto que você já interferiu na minha vida, na minha vivência. Mas interferir não é a palavra, pois ela não demonstra como as melhores mudanças que poderiam acontecer. Enfim, o tempo é pouco pro tanto que quero e preciso estar com você, durante muitos e muitos anos.
E eu te disse, e repito, com você da certo. Sem sombra de dúvidas, você foi a melhor coisa que me aconteceu nesses 18 anos, 1 mês e 20 dias de vida. E a forma que você colocou esperança, sonhos e sorrisos em mim foi incrível. E... Eu nem tenho mais o que dizer, pois quando é pra falar de você, eu me perco meio a tantas coisas tão detalhadamente lindas que você tem. E quando é pra falar de nós, eu me perco de novo pelo mesmo motivo.

“Amor... Te amo! Te amo! Te amo! Três vezes, três meses! =)”

Um comentário: