quarta-feira, 18 de agosto de 2010

outra vida

E Agosto nenhum diria que eu estaria aqui, inserida nesse contexto tão novo pra tão pouco tempo de transição. Por isso, às vezes quando eu fecho os olhos esqueço o que vou ver quando abrir. Assusto, caio nas minhas próprias armadilhas, confundo pessoas e repito velhos erros. As peças reestréiam, os velhos casais de amigos ainda estão juntos. Corta-se o cabelo um bilhão de vezes e chega-se à equivocada conclusão que no fundo falso do coração sempre há a marca amarelada de uma outra realidade que ficou por muito tempo estendida dentro dele. Havia já me acostumado. Pensava que não ia ser de novo e ser assim rápido, nem queria que fosse. Eu estava confortável, acostumada e muito bem até tudo começar a mudar e a mudar e mudar, de novo. Mas agora, agora... Eu to do jeito que eu não queria estar e nunca estive mais feliz.

Um comentário:

  1. Vou postar aki pela primeira vez hehe..
    You've got a heart full of soul.. And I love the way You're doing things.. I hope we get along well and happy for a long time.
    Te adoro.
    R.Canela. =)

    ResponderExcluir