segunda-feira, 19 de julho de 2010

com Sol e Lua no céu

A caixinha estava aberta de linha e agulha para celebrar a ocasião: haviam devolvido o meu coração, envolto em um pano branco e neutro. Assim, sem nenhuma digital, ninguém sabia por quais mãos ele havia transitado.

2 comentários:

  1. Ter ele de volta é bem melhor, não é?
    Mas eu não sei que eu o devolveria, hehehe

    Enfim, belo texto, pra variar...

    ResponderExcluir
  2. Poxa, mas você além de tudo escreve?

    Muito bom esses seus textos! Vou explorar agora por aqui!

    Parabéns, e passa no meu medíocre blog de redator depois! hehehe

    bjos

    ResponderExcluir