sexta-feira, 22 de maio de 2009

sobre a caixa vazia

Essa caixa vazia se assemelha ao estado de minha alma hoje. Essa caixa tão bonita por fora, tão bonita por dentro, mas vazia. Essa caixa cheia de nada. Essa alma tão bem cuidada por fora, pra que ninguém lhe fira, tão bem cuidada por dentro, pra quem adentrar não querer adentrar tão fundo. Cada porta da alma trancada com cuidado. Hoje minha alma parece um corredor cheio de portas. Fechadas. Hoje minha alma é vazia como essa caixa.Tão bela pela certeza de existir, e pela mesma beleza displicentemente arrogante de existir tão cheia de solidão.

3 comentários: