terça-feira, 4 de setembro de 2012

dos íamos

Poderíamos ficar juntos nessa vida. Teríamos um apartamento, com um comodo pra fazer todo tipo de arte. Uma sala grande cheia de almofadas coloridas e coisas que a gente mesmo fez - no comodo da arte. Ah, e aquele lustre que eu tanto sonho em montar, você ia brigar pra não pendurarmos na sala - e ia acabar ficando no nosso corredor, mas tudo bem. Viajaríamos sem rumo nos fins de semana, só pra assistir o pôr do Sol de lugares diferentes. Colecionaríamos essas fotos, dos nossos vultos abraçados olhando a paisagem do dia que se deita. Assistiríamos TV na sala, de pijamas e pantufas, mas dormiríamos só com o corpo do outro e o cobertor. Você cheirando minha nuca, e eu fazendo carinho no seu braço, de conchinha – o jeitinho de dormir mais gostoso desse mundo. Eu te acordaria com cafuné e você me daria aquele seu olhar inchado de bom dia – o olhar mais lindo do mundo. Nossa geladeira só teria congelados e coca-cola, e sairíamos pra jantar nas noites chuvosas. No meio de cada discussão eu te beijaria pra parar a briga. E no meio de cada abraço você apoiaria seu queixo na minha cabeça e eu iria querer morder suas clavículas. Eu riria sem motivos e você perguntaria porque. Eu não responderia, saberíamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário